Espaço de textos, estudos, ensaios e opiniões do Pastor João Viegas

01
Dez 14

E Quando Jejuarmos (E Não Se…) 2/2

O Poder e a importância do Jejum e Oração

Mateus 6:5 e 6
Mateus 6:16 e 17
O homem mais influente à face da terra é aquele que entende o poder que tem o JEJUM e a ORAÇÃO! E alguém que saiba qual o poder que têm, é alguém que sabe como obter resposta às suas orações! Os dois estão interligados, andam de mãos dadas, são indissociáveis! E porque assim é, não posso focar a minha mensagem no JEJUM sem focar na ORAÇÃO!

JEJUM sem Oração é apenas privação de algo, que pode levar à tentação. ORAÇÃO sem Jejum pode ficar limitada pelas vontades e desejos humanos, inclusive nos seus efeitos! Jesus fala nisto porque ele espera que o Cristão o faça, como algo inerente à vida com Cristo. E o que Deus mostrou-me, esta semana, foi que precisamos de aprender a usar esta ‘chave’ na nossa vida! E esta chave é apenas mais uma, na vida Cristã! (Obediência a Deus, amor, Fé, Palavra de Deus, Jejum e Oração)

Mateus 4:1 a 11
Jesus venceu a tentação com JEJUM e ORAÇÃO!

Ester 4:16
A Rainha Ester e todo o povo judeu, liderados por Mordaqueu, jejuaram e oraram e obtiveram vitória!

II Crónicas 20:3, 9 e 15
Josafat obteve vitória contra 3 nações, por meio de Oração e Jejum!

Daniel 9:1 a 3, 20 e 21
Daniel 10:11 a 13
Daniel obtém revelação e a resposta às suas orações, onde está incluído o fim do cativeiro de Israel

Marcos 9:19 a 29
Há certas amarras na nossa vida, que só serão destruídas com JEJUM e ORAÇÃO!
Ou seja, quando a nossa oração está a 100% em linha com a Palavra de Deus (João 15:7)
Quando temos a nossa carne crucificada! Quando estamos cheios da vontade de Deus!
E é por isso que Jesus nos deixou a oração Base, onde 2/3 é a orar a vontade de Deus em nós!
E quando crucificamos a nossa carne, aceitamos a vontade de Deus, a nossa oração torna-se poderosa!

Mateus 6:9 a 13
É uma oração poderosíssima, mas que precisa que nós a adaptemos à nossa vida!
Sempre que orarmos, que dediquemos 2/3 a assumir perante Deus que faremos a Sua vontade!
Que deixem de ser lindas palavras e passe a ser um fundamento na nossa vida!
Que possamos ter a coragem de agradecer a Deus pela orações que Ele respondeu 'SIM' e as que respondeu 'NÃO'!

E isto vai dar onde? Mateus 6:33

II Crónicas 7:14
É a vontade de Deus – Muitos não o querem fazer porque não se querem humilhar perante Deus!

Isaías 58:6 a 11
Deus agrada-se de nós, se nos afastarmos de tudo o que nos conduz ao pecado!
Isto vem na sequência do quebrantamento – Deus está atento a nós!
E da mesma forma como Jesus foi tentado, para falhar, nós também o seremos!
Esforce-se, lute, mantenha-se firme, para juntos podermos alcançar o favor do Senhor!
Mesmo que tenha de perder alguém, coisas, bens… porque isso só nos aproximará de Deus!
E assim, 2015 será o melhor ano das nossas vidas, em todos os aspetos!

Deus abençoe!
Pst. João Viegas

 

publicado por Jv às 00:59

28
Nov 14

E Quando Jejuarmos (E Não Se…) 1/2

O Poder e a importância do Jejum e Oração


"...E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente..." (Mateus 6:5 e 6)


Nesta passagem vemos que Jesus utiliza 2 formas de nos ensinar a orar: primeiro mostra como não fazer e depois sugere a maneira mais correta.
(Vers 5) – Não faças assim…
(Vers 6) – Mas faz assim…

E Jesus depois, ensina-nos a ‘Espinha dorsal’ da oração – A Oração do PAI NOSSO:
"...Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; O pão nosso de cada dia nos dá hoje; E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores; E não nos conduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém..."(Mateus 6:9 a 13)

Mas hoje eu gostava de focar a nossa atenção noutra parte importante que faz parte da oração: JEJUM!
Oração e Jejum são indissociáveis, estão relacionados um com o outro e um só faz sentido com o outro. Para verdadeiramente orarmos e termos comunhão com Deus, precisamos jejuar do mundo, nesse período de tempo. É um momento em que não atendemos telefones, não falamos com mais ninguém, jejuamos de tudo o que nos rodeia...

Jesus ensina-nos sobre oração e depois ensina-nos sobre Jejum:
"...E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram os seus rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, Para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente..." (Mateus 6:16 e 17)

E ensina-nos porque ele espera que o façamos e não ‘se o fizermos…’! É um assunto complicado e difícil de colocarmos em prática na nossa vida, por isso Deus ajuda-nos! E o que Deus mostrou-me, esta semana, foi que precisamos de aprender a usar esta ‘chave’ na nossa vida!

Poucos poderão dizer ‘Glória a Deus’ no propósito do Jejum, porque implica sacrifício… Mas Jesus espera de nós, no Jejum, o mesmo propósito que temos na Oração. E para Deus, Oração e Jejum estão ao mesmo nível, têm a mesma importância!

Assim, qual é a importância do Jejum? Será que é apenas uma forma de me privar do que me dá prazer? Não! O Jejum tem muitos propósitos e objetivos, mas hoje vamos lidar e estudar com apenas 1: É a forma indicada por Deus para nos fazer humildes e dignos do Seu Poder!

A maior barreira que impede-nos de obter as respostas às nossas orações é o orgulho! (Lucas 14:11)
Reparem que o primeiro pecado a ser cometido em todo o universo é o Orgulho (Lúcifer)! Deus nunca nos tornará humildes, mas sim nós que devemos tornar humildes (com a ajuda de Deus!), quebrantando-nos! Por isso não ore para que Deus o torne humilde, porque você não vai gostar da resposta… É por isso que por vezes nos achamos em situações difíceis e complicadas, sem saber como agir… É precisa sabedoria! (Tiago 4:7 a 10) ( I Pedro 5:5 e 6)

Mas o caminho para nos tornarmos humildes é pelo Jejum e oração. (Lucas 4:1 a 13)
E no Jejum e Oração, encontramos o caminho para subjugarmos a nossa alma (a parte arrogante)… Subjugamos a nossa carne, os nossos prazeres, quando já querem tomar o que não lhes pertence! O nosso estomago é um bom servo, mas um mau Senhor… Quem manda na sua vida?

Assim, com Oração e Jejum, podemos pedir a proteção de Deus na nossa via (Esdras 8:21 e 22)!

Agora, que tipo de Jejum podemos fazer? (Daniel 10:2 e 3)
‘Manjar desejável’ é tudo o que prazeroso, agradável…

Existem 2 tipos de Jejum:
- Jejum Coletivo (A Igreja faz em uníssono)
- Jejum individual (é particular e privada)

II Crónicas 7:14
Assim, por instruções de Deus, gostaria de propor um Jejum de manjares desejáveis, à Igreja, durante todo o mês de Dezembro de 2014, para prepararmos o ano de 2015! Isto, dar-nos-á a vitória no ano que vem e veremos o Poder de Deus a operar na nossa casa!

Amén?

Deus abençoe!
Pst. João Viegas
publicado por Jv às 00:58

mais sobre mim
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


arquivos
subscrever feeds
pesquisar