Espaço de textos, estudos, ensaios e opiniões do Pastor João Viegas

19
Jan 12

 

QUANDO O OCULTO SE ESCONDE NO INOFENSIVO


“…Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti…” (Deuteronómio 18:10 a 12)

O termo ‘Oculto’ deriva da palavra latina “occultus”, e significa escondido, secreto, obscuro; Aquilo que é de falso fundamento, misterioso. São fenômenos que parecem escapar, como realmente escapam, ao domínio dos sentidos. O termo “ocultismo”, foi criado no Século XIX pelo francês Eliphas Lévi (Alphonse Louis Constant) e serve para designar qualquer série de teorias, praticas e rituais, que têm por base conhecimentos secretos e a possibilidade de invocar forças misteriosas, quer sejam da mente ou da natureza. A alquimia, a Astrologia, a Cabala e a bruxaria estão entre as mais antigas formas de Ocultismo.

E isto aplica-se com facilidade a muitas coisas existentes no nosso dia-a-dia, nos brinquedos e jogos das crianças da nossa família, nos meios de comunicação e até em coisas e objetos que utilizamos.

“…O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…” (Oseias 4:6)

Porque não sabemos, ou não nos é ensinado, ou porque nos é ocultado, existe hoje uma presença muito forte do poder do Oculto em muitas coisas do dia-a-dia.

Comecemos pelos brinquedos das crianças da nossa família: jogo de adivinhação, jogos de azar, jogos que impliquem invocar forças, entidades ou personalidades malignas, demoníacas ou infernais (e aqui podem ser incluídos os jogos do copo no tabuleiro, jogos de vídeo, jogos de cartas), jogos de interpretação, bonecos que tenham a aparência similar a estas mesmas criaturas, brinquedos relacionados com violência (amas de fogo, sabres, lâminas, etc.), jogos de ilusionismo ou magia... Tudo isto pode ajudar a permitir que as nossas crianças fiquem influenciadas a aceitar as coisas de origem satânica como naturais e corretas!

Precisamos ter atenção aos filmes, desenhos animados, Programas de Tv, livros que falam de magia, adivinhação, monstros, violência, fantasmas, espíritos, reencarnação e tudo o que Deus abomina!

Astrologia, consulta dos mortos, horóscopos, Idolatria, leitura de sinas ou da palma da mão, misticismos, maçonaria, médiuns, espiritismo, feitiçaria, consagrações a santos, nova era, magia negra, tarologia, cristais, pirâmides, numerologia, duendes, seitas orientais, mapas astrais e até seitas religiosas (que incitam à obediência cega, arrebatando o livre-arbítrio que Deus deu ao ser humano) e todas as coisas que nos deixam desconfortáveis e em dúvida na consciência em relação a Deus e à Bíblia.

“…Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as fações, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus…” (Gálatas 5:19 a 21)

Repare como Deus, coloca ao mesmo nível o oculto (em todas as suas formas), ao mesmo nível pecaminoso de outras práticas que normalmente consideramos como impuras, impróprias e de má índole.

Tenta-se fazer passar a ideia que o oculto é apetecível, que não tem mal, mas a bíblia previne-nos para isso:

“…O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância…” (João 10:10)

“…Tendo cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo…” (Colossenses 2:8)

Todas estas coisas estão hoje em contato direto connosco hoje em dia, tornando importante entendermos a verdade (A Palavra de Deus) e coloca-la em prática na nossa vida e família!

Deve partir de nós o desejo de protegermos a nossa família do que não é bom. E de preferência, de acordo com a Bíblia, a Palavra de Deus. E depois, no lugar do oculto e do erro, colocamos Jesus e o Seu Grande amor!

 “…Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai…” (Filipenses 4:8)

 

Deus vos abençoe!

Pst. João Viegas

publicado por Jv às 20:05

feliz de quem coloca em pratica essas coisas...pois muitos contaminam seus lares,a falta de conhecimento e uma delas...
melo a 13 de Maio de 2014 às 14:14

Jesus esta voltando para buscar os seus...Dilma e um fantoche de satanas...tenho pena dela...
anonimo a 13 de Maio de 2014 às 14:16

mais sobre mim
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


arquivos
pesquisar