Espaço de textos, estudos, ensaios e opiniões do Pastor João Viegas

01
Fev 08
“...Os teus olhos viram a minha substância ainda informe, e no teu livro foram escritos os dias, sim, todos os dias que foram ordenados para mim, quando ainda não havia nem um deles...” (Salmo 139:16)
 
Culpar o destino ou a ‘sorte’ pelo que nos acontece diariamente, não é a melhor forma de encontrarmos a saída. Até porque 'sorte' ou 'azar' não existem. Dizer que o nosso destino já está traçado, também não é uma boa forma de resignação ou desistência. De facto, o estado final do nosso futuro está traçado, mas a forma como lá chegamos está nas nossas mãos. E se pudermos guiar a nossa vida, confiando em Deus, melhor ainda.
Os nossos caminhos, não são os caminhos de Deus. Nem os nossos pensamentos são os d'Ele. Nem sequer a imaginação, ou o poder criativo se assemelham. E por não entendermos isso, por vezes andamos anos e anos às voltas na mesma encruzilhada, sem avançar, sem sair do lugar. Estamos nesta terra com um propósito. Vivemos com um grande propósito que é pessoal e intransmissível. Ele chamou cada um de nós para vivermos uma causa maior que nós próprios.E isso também é pessoal e intransmissível. Ninguém tem igual.
Pergunte a Deus como é que você pode usar os seus dons e talentos para poder viver nesse objectivo por excelência, entendendo o 'hoje', mesmo sem perspectivar o 'amanhã'.
Deus abençoe
Pst. João Viegas
publicado por Jv às 12:00
música: Meu coração, meu corpo (Sacrifício vivo)

mais sobre mim
Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
28


arquivos
pesquisar