Espaço de textos, estudos, ensaios e opiniões do Pastor João Viegas

02
Fev 08
“...Ao que Deus lhe disse: Vem cá fora, e põe-te no monte perante o Senhor: E eis que o Senhor passou; e um grande e forte vento fendia os montes e despedaçava as penhas diante do Senhor, porém o Senhor não estava no vento; e depois do vento um terremoto, porém o Senhor não estava no terremoto; e depois do terremoto um fogo, porém o Senhor não estava no fogo; e ainda depois do fogo uma voz mansa e delicada. E ao ouvi-la, Elias cobriu o rosto com a capa e, saindo, pôs-se à entrada da caverna. E eis que lhe veio uma voz, que dizia: Que fazes aqui, Elias?...” (I Reis 19:11 a 13)
 
Muitos de nós andamos erradamente à procura de Deus em grandes feitos, em grandes cultos da Palavra de Deus ou de Adoração, em grandes sinais, prodígios e maravilhas, anjos a surgirem diante de nós e outros feitos tais. Mas Deus não é assim.
Claro que Ele é um Deus de maravilhas, de grandes operações dos dons do Espírito Santo, mas acima de tudo Ele é um Deus que surge diante de nós subtilmente. Pode usar-se de um Ministro de Deus, de um irmão, de uma música, de um CD, de um Bébé, de um sorriso... pode usar-se de um ímpio, da natureza até, ou de um anjo. Mas Ele acima de tudo usa-se de nós próprios.
Ele está nas pequenas coisas: Ele está em mim e em si. Preste mais atenção aos recados subtis de Deus na sua vida e verá que não há um único dia sem que Ele nos dirija a Palavra. Não se esqueça de lhe retribuir...
Deus abençoe
Pst. João Viegas
publicado por Jv às 12:00
música: Abre Senhor, os meus lábios

mais sobre mim
Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
28


arquivos
pesquisar